• Marcelo Teixeira

Por que perseguir metas é passageiro e deixa a maioria das pessoas infelizes e insatisfeitas



Quer saber o que é sentir um grande objetivo?

É a mesma sensação de que você foi o último da festa a entender a piada.

Objetivos são engraçados.

Em sua mente, são essas cenouras distantes que escolhemos para nós mesmos, trabalhando incansavelmente para sua realização. Nós, como seres humanos, acreditamos inerentemente que a maneira como nos sentimos durante a nossa perseguição é como nos sentiremos quando nossas mãos estiverem firmes em um troféu, exceto melhor.

Vemos os objetivos como uma euforia que, uma vez capturada, nunca escapará de nossas mãos.

A verdade é que o máximo que você consegue alcançar em um objetivo geralmente dura 12 segundos.

O que, que eu quero dizer com isso?

Assim que você alcança esse objetivo, não é tanto a glória que você sente, mas a estranha percepção de que quem você pensava que se tornaria era quem você já era.

Escrevendo aqui para você, me fez recordar quando tinha acabado de me formar na faculdade, e mesmo anos depois, quando olhava em volta para as pessoas que eu via como “bem-sucedidas” e apontava certas coisas que eu queria ter.

Eu queria viver a vida em meus próprios termos e ser um empreendedor.

Eu queria ganhar uma certa quantia de dinheiro.

Eu queria me associar com certos tipos de pessoas.

Eu queria o que eles tinham.

Na minha opinião, eu via a lacuna entre eles e eu como este grande oceano que nos envolve.

Parecia tão grande que me esforcei para entender como seria capaz de superar essa lacuna e me tornar algo "mais" para que eu pudesse me tornar "bem-sucedido" também.

Então, eu estabeleci metas para mim mesmo.

E toda vez que eu alcançava um objetivo, quase instantaneamente algo "maior" tomaria o seu lugar.

Como os blocos de Tetris ( aqueles joguinhos de celular) que continuam a se encaixar e depois desaparecem, onde eu nunca senti qualquer sensação real de "realização". Claro, me senti bem por um momento. Ou eu estava orgulhoso de mim mesmo por um dia. Mas assim que cheguei a uma nova fase, de repente minha visão se abria um pouco mais, e percebi que o objetivo que eu havia estabelecido para mim mesmo tinha sido bem pequeno, e havia um muito maior no horizonte.

Demorei muito tempo para aprender que conquista não é o que você procura, o que você procura é o sentimento que sente quando busca algo de que gosta.

Porque uma vez que você alcança isso, essa sensação deixa você.

Não há razão para você continuar.

E enquanto se sente relaxado por um momento, a sensação que se segue é, na verdade, desconexão ou nostalgia.

Você perde a jornada que acabou de completar. Você fechou um capítulo e agora é hora de dizer adeus.

Isso é parte da razão pela qual eu acho tão importante que as pessoas se concentrem na jornada e não no destino.

Dizer que você está atrás do destino é dizer:

“Eu não posso esperar até o meu jogo termina".

então o ponto é:

Para que você está jogando?

O momento que você atingir o último nível e derrota o último adversário ( como todo jogo tipo aqueles de lutas) e não tem mais nada a fazer, é o momento em que você perde seu amor para jogar em tudo.

E isso meu amigo(a) não é inspirador ou excitante.

Isso pode ser bem triste.


Não se conforme com menos. Não permita que o medo de perder o que possui se torne maior que o seu desejo de ganhar. Independentemente de qualquer obstáculo que você possa enfrentar, você pode realizar seus objetivos.

Para começar a viver a sua vida no próximo nível, agende sua sessão de mentoria e coaching de resultados

→ Clique aqui! Tome uma atitude.


7 visualizações

copyright (c) 2019 . todos os direitos reservados.