• Marcelo Teixeira

Você nunca pode mudar sua vida através da força de vontade. Aqui está o que realmente funciona.


O oposto do vício é a conexão.


Na semana passada, fiz um dos treinos mais difíceis da minha vida com um dos meus amigos. Nós fomos praticamente "Torturados", no bom sentido por um treinador F@#&.

Nunca senti minhas pernas queimarem tanto. Mal conseguir sair da academia.

Foram 30 minutos de dor seguidas por várias horas de êxtase psicológico e de vários insights.

Ao me dirigir de volta à casa do meu amigo, ele me disse:

"Não há como fazer um treino assim sozinho."

Este é o problema da força de vontade

Quando você pensa na palavra "Força de Vontade", você pensa em "individual" ou "em conjunto"?

A força de vontade é uma batalha solo.

A força de vontade é tudo sobre o indivíduo.

Força de #vontade é sobre tentar sozinho.

A força de vontade é uma tentativa de ganhar uma batalha silenciosa.

É o oposto da vulnerabilidade. É o oposto da conexão.

O especialista em dependências e fundador da Genius Recovery, Joe Polish ( caso não conheça faço a você esse convite) disse uma vez em suas entrevistas que:

"Uma pessoa está tão doente quanto seus segredos".

No livro, THE BODY KEEPS THE SCORE de Bessel van der Kolk MD explica que as experiências traumáticas interrompem ou "congelam" o desenvolvimento de uma pessoa.

Quando uma pessoa experimenta um trauma, ela geralmente mantêm suas dores para dentro delas e muito raramente elas se abrem e compartilham o que estão passando.

Como resultado, sua dor é censurada. Por isso, o Dr. Gabor Maté ( @drgabormate ) médico especializado em neurologia, psiquiatria e psicologia, especialista em dependência e traumas, explicou em uma entrevista recente que :

“O Trauma não é o que acontece com você, é o que acontece dentro de você".

O traumatismo não é necessariamente causado por experiências difíceis, mas é causado por manter essas experiências ( dor ou a confusão dessas experiências) dentro de você , isto é causada pela luta contra as batalhas silenciosas, por tentar ir sozinho.

O terapêutico e pesquisador de dependência, Arnold M. Washton, Ph.D. disse também que :

"Muitas pessoas pensam que o que o viciado precisa é de força de vontade, mas nada pode estar mais longe dessa verdade".

A força de vontade está focada em si mesmo. Você não pode superar um vício por conta própria.

Como o jornalista Johann Hari explica em seu famoso TED TALK , a única saída para o vício é através da conexão com outras pessoas. ( convido você assistir a este video !)

O vício é tudo sobre o contexto. Então, é todo comportamento.

O problema que enfrentamos é que a cultura ocidental é altamente individualista. Muitas vezes, ignoramos o poder do meio ambiente e nos concentramos em traços individuais que acreditamos serem fundamentais para o sucesso: como força de vontade, mentalidade, etc.

O Dr. David Hawkins explica em seu livro, LETTING GO ( Deixando ir ):

“A ilusão da individualidade que é a origem de todo sofrimento. "

A maioria das pessoas não consegue fazer mudanças positivas em suas vidas porque elas estão tentando fazer tudo sozinhas. Suas batalhas silenciosas e as tentativas de força de vontade apenas abastecem cada vez mais a sua dor.

Todos nós temos múltiplas personalidades

De acordo com o neurocientista, Candace Pert, PhD, em seu livro, SEU CORPO É SUA MENTE SUBCONSCIENTE , todos temos personalidades múltiplas. Bessel van der Kolk MD professor de psiquiatria de Harvard, autor do livro ( The body kepps the Score), explica que certas “ faces " nossas, são muito bem desenvolvidas enquanto outras são radicalmente sub-desenvolvidas.

Algo pode desencadear em você e de repente tudo pode passa a te assustar.

Você não sabe como lidar e você faz tudo o que puder para evitar a sua dor e a confusão em que está enfrentando.

O vício, então, é uma solução para um problema. É uma solução, embora uma solução doentia e temporária, para a sua dor.

Quando uma pessoa fica presa em sua dor, em sua individualidade, Bessel van der Kolk MD chama isso de "personalidade congelada". O que traz outro enorme mito e equívoco na cultura ocidental: a idéia de que temos uma personalidade fixa e estática.

Colocamos muita ênfase na personalidade. Nós acreditamos que este é o "verdadeiro nós", mas não é.

Sua personalidade é uma adaptação ao seu ambiente e é também uma adaptação das emoções reprimidas que você possui.

Quando você aprender a se conectar com outras pessoas , aprender a obter ajuda, aprender obter ajuda para curar a sua dor reprimida, seja qual for essa dor (seja um trauma, uma habilidade em algo, desenvolvimento pessoal, profissional) sua personalidade mudará.

Você não confiará mais em suas muletas. Você experimentará os outros lados mais profundos da #vida .

Além disso, quando você aprender a se conectar com os outros, você se abre para o crescimento e para a oportunidade que nunca poderia estar disponível para você, com essa mentalidade de “ Cavaleiro solitário".

A #conexão é a #chave para o #crescimento.

A conexão é a chave para #superar o vício.

A conexão é necessária para ir muito mais longe do que você poderia se for seguir sozinho.

De acordo com o psicólogo de Harvard, Robert Kegan, existe um modelo de "evolução consciente" de 3 passos.

Socializing-self = uma pessoa que é altamente DEPENDENTE. Tudo o que elas fazem é por medo e ansiedade. Elas fazem o que elas pensam que outras pessoas querem que elas façam.

Authoring-self = uma pessoa que é INDEPENDENTE. Elas têm seus próprios objetivos, crenças e agendas. Elas se envolvem em relacionamentos, desde que esses relacionamentos os levem para onde elas querem ir. Elas ganham muito, muito além das pessoas presas em dependência. Este nível de evolução consciente é mais valorizado na cultura ocidental, porque somos muito individualistas. Não estamos tão focados na colaboração e conexão. Em vez disso, estamos obcecados com o que indivíduos e "super-heróis" podem fazer por conta própria. Além disso, como uma sociedade, nos tornamos muito viciados, e perdemos muito da nossa capacidade e confiança para realmente nos conectar e sermos vulneráveis.

Transforming-self =O estágio mais elevado da evolução consciente, que é muito mais reflexivo nas Culturas Orientais, é onde uma pessoa se torna INTERDEPENDENTE.

Elas não tentam mais lutar batalhas silenciosas. Elas não deixam pra força de vontade mudarem suas vidas. Elas reconhecem a importância do contexto e da conexão. Elas têm seus próprios objetivos e pontos de vista. Mas elas também podem ver além de seu próprio quadro mental e compará-lo com outros quadros mentais, permitindo que elas continuamente eliminem crenças prejudiciais e limitantes.

Conclusão:

Você não tem apenas uma #personalidade. Você tem várias.

Quanto mais "holística" você puder viver sua vida e procurar a conexão com a força de vontade, mais você irá superar os traumas passados, conseguindo assim criar um futuro muito mais prospero para sua vida.

Quando duas pessoas se reúnem e vivem em sua "habilidade única", elas podem ir e ser 100X maiores que seus objetivos.

Como Stephen Covey explica em 7 #Hábitos de pessoas altamente eficazes:

"A sinergia é o que acontece quando um mais um é igual a dez ou cem ou até mesmo mil! É o resultado profundo quando dois ou mais seres humanos respeitosos determinam ir além de suas idéias preconcebidas para enfrentar um grande desafio. "

Agora eu te pergunto:

Você está lutando contra batalhas silenciosas?

Você ainda está tentando mudar com a sua força de vontade?

Ou, você está aberto ao contexto e à conexões?

Se você estiver pronto, você se cercará de outras pessoas que irão ajudá-lo a ir além do que você poderia fazer sozinho.

Como a escritora e ativista Helen Keller, a primeira cega e surda a conquistar um bacharelado disse:

"Sozinho podemos fazer tão pouco; juntos, podemos fazer tanto. “

e da mesma forma como palestrante motivacional Jim Rohn:

" Não se junte a uma multidão fácil; que você não crescerá. Vá onde as expectativas e as demandas a serem realizadas são altas“

O maior investimento é aquele que se aplica em você, não poupe esforços, peça ajuda, faça conexões e una elas com sua força de vontade.


0 visualização

copyright (c) 2019 . todos os direitos reservados.